O vegetarianismo e o veganismo ganharam espaço nos últimos anos e ficaram cada vez mais populares. De acordo com o Ibope, 12% dos brasileiros se tornaram adeptos da dieta sem consumo de animais de corte, ou seja, cerca de 22 milhões de pessoas. Já o veganismo conta com 5 milhões de pessoas no país.

Mesmo com essa mudança de hábitos ganhando espaço, ainda há confusão na hora de definir o vegetarianismo e o veganismo. Apesar de terem muitas semelhanças, os dois grupos diferem em alguns pontos, formando identidades completamente diferentes às pessoas.

Veganismo

Mesmo fazendo parte de um mesmo tipo de dieta, o veganismo vai muito além do não consumo de carne. É uma filosofia de vida que abrange outros aspectos do consumo e está relacionada, além da alimentação, com ideologia, vestuário e restrição completa de produtos de origem animal. O vegano não consome nenhum produto de origem animal, sejam eles, carne, leite e seus derivados, ovos, mel, lá, etc.

Veja nossas ofertas!

Temos uma variedade de produtos com sofisticação e preços baixos.
Veja as nossas ofertas dessa semana:

Eles também não consomem produtos que são testados em animais, como a maioria dos remédios, xampus, sabonetes, maquiagens e cosméticos em geral. Por essa razão, eles sempre estão atentos sobre as empresas que fazem testes em animais e buscam outras alternativas.

O veganismo tem como foco principal a questão ética da luta pela libertação e não exploração animal. Isso implica em uma atitude mais radical em relação ao vegetarianismo. Uma pessoa vegana acredita que os animais não devem ser mortos e nem explorados para atender às nossas necessidades. Essa prática vem junto com muitos sacrifícios e vontades negadas. Romper com hábitos que são impostos desde criança é um ato difícil e que leva tempo. O aumento de pessoas veganas também levou à um número maior de receitas e variedade de produtos veganos, o que torna a adaptação mais fácil.

Vegetarianismo

O Vegetarianismo se refere apenas à alimentação. Os vegetarianos optam só por parar de comer qualquer tipo de carne, mas sem deixar de lado proteínas de origem animal, como ovos e leite. Essa vertente da alimentação é adotada por diversas razões, entre elas, questões éticas, religiosidades e por causa da saúde.

Quanto a sua motivação ética, a prática é menos radical, pois vai contra a matança do animal, mas não contra a exploração. Por essa razão, são frequentemente criticados pelos veganos. Mesmo assim, continua sendo uma postura de resistência à criação de animais em cativeiro para abate e ao próprio abatimento. O vegetarianismo pode ser parte de um processo de transição para o veganismo.

Muitas doenças são evitadas ou tem seus riscos minimizados com uma alimentação sem carne, sendo o vegetarianismo uma opção saudável e benéfica ao organismo. Já na questão religiosa, o principal argumento é o da compaixão pelos seres em geral, que leva à uma postura contra o derramamento de sangue de qualquer espécie. Alguns acreditam que isso potencializa o sofrimento no mundo.

Mudança de hábitos

Muitas pessoas, quando decidem se tornar vegetarianas ou veganas, cortam todos os tipos de carne de um dia para o outro, mas o mais seguro a se fazer é uma transição lenta. Uma dica é deixar na dieta apenas o prato preferido que leve carne e diminuir a frequência em que ingere esse alimento.

Siga nossas redes sociais!

Siga nossas redes sociais e saiba de todas as nossas novidades e promoções.
É preciso muito pesquisa, leitura e orientação para montar um cardápio com uma alimentação equilibrada e com alternativas para fazer as melhores substituições. A principal preocupação é encontrar formas de fazer a reposição das proteínas. Vitamina B12, Ferro e Cálcio são alguns dos nutrientes encontrados na carne e que precisam ser repostos com a ajuda de alguns vegetais. Ter o acompanhamento de um profissional pode facilitar bastante esse processo de adaptação.

Já para aqueles que querem se tornar veganos, a dica é sempre ficar atento aos rótulos e etiquetas. Ao comprar qualquer produto, seja alimentos ou itens de higiene e beleza, o importante é checar se são testados em animais ou/e se possuem algum ingrediente de origem animal na composição. Nesse caso, ajuda bastante conversar com outros veganos para saber quais alternativas e marcas eles usam.

O Supermercado Meschke tem produtos que respeitam as suas escolhas, sejam elas vegetarianas ou veganas. Possuímos opções de alimentos 100% livres da crueldade e exploração animal. Faça a sua lista de compras e vem pro Meschke!